Conhecida pelo papel de Mina, em Roque Santeiro, atriz estava internada no Rio de Janeiro

A atriz pernambucana Ilva Niño Mendonça morreu aos 89 anos na manhã desta quarta-feira (12/06). Ela estava internada no Hospital Quali, em Ipanema, na Zona Sul do Rio de Janeiro, desde 13 de maio, após ter sido submetida a uma cirurgia cardíaca, conforme noticiado pelo G1. A previsão é que o corpo seja cremado nesta quinta, mas o local e a hora ainda não foram informados.
 
Ilva Niño nasceu em Floresta, no Sertão de Pernambuco, em 15 de novembro de 1934. Ela foi casada com o ator Luiz Carlos Mendonça, com quem teve seu único filho, Luiz Carlos Niño - ambos já falecidos. 
Ao longo de sua carreira em 30 novelas e diversas séries, ela se destacou especialmente no papel da empregada Mina em Roque Santeiro (1985). Ilva ainda acumula participações em Alma Gêmea (2005) e Cheias de Charme (2012).
 
O primeiros passo de Ilva na dramaturgia foi dado na Escola Normal, onde fez o curso de teatro grego ministrado por Ariano Suassuna. Ela integrou o elenco de Antígona, uma adaptação da peça de Sófocles dirigida por Ariano. Como pupila do romancista, que buscava misturar a arte erudita com a do povo, ela teve uma participação ativa no Movimento de Cultura Popular de Pernambuco.
 
Após o golpe de 1964, ela se mudou com o marido para o Rio de Janeiro. Ilva atuou em diversas peças de teatro, incluindo O Berço do Herói e O Pagador de Promessas, escritas por Dias Gomes. Com a contratação de Gomes pela Globo, Ilva seguiu trabalhando ao seu lado em várias produções, incluindo Verão Vermelho (1969) e Bandeira 2 (1971) 
No extenso currículo da atriz pernambucana, também são lembradas suas participações em produções como Renascer (1993), Páginas da Vida (2006), Avenida Brasil (2012), Velho Chico (2016), e Segundo Sol (2018), entre outras.
 
 
leia isso em,https://www.diariodepernambuco.com.br/noticia/viver/2024/06/atriz-pernambucana-ilva-nino-morre-aos-89-anos.html