MSF realiza treinamento em hospital e Unidades Básicas de Saúde pública para otimizar atendimento a sobreviventes de violência sexual na região da Ilha do Marajó (PA)

Mais de 100 profissionais participaram de treinamento sobre os impactos da violência sexual na saúde física e mental das vítimas sobreviventes

Equipes de Médicos Sem Fronteiras (MSF) estão trabalhando em parceria com a Secretaria Municipal de Saúde de Portel, na região da Ilha do Marajó, no Pará, para otimizar o atendimento a sobreviventes de violência sexual no município.

Mais de 100 profissionais do Hospital Municipal e de Unidades Básicas de Saúde (UBS), dentre médicos, enfermeiros e assistentes sociais, participaram de um treinamento sobre os impactos da violência sexual na saúde física e mental das vítimas sobreviventes. A iniciativa faz parte de um dos eixos trabalhados pelas equipes do MSF, que define as etapas necessárias para o atendimento humanizado e capacita os profissionais da saúde que acompanham esses pacientes.

“Nosso objetivo é apoiar o desenvolvimento das habilidades desses profissionais para um atendimento adequado que uma emergência médica deste tipo requer, de acordo com as etapas estabelecidas no protocolo clínico e de apoio psicossocial estabelecidos pelo Ministério da Saúde. Ao mesmo tempo, é fundamental que o atendimento a esses pacientes seja feito de forma humanizada e empática, evitando a revitimização dos pacientes”, explica a gerente de saúde mental e apoio psicossocial de MSF Veronica Yanic.

Desde março de 2023, profissionais do Médico Sem Fronteiras atuam na região da Ilha do Marajó, ampliando a oferta de cuidados de saúde mental e saúde sexual e reprodutiva para a população.

leia isso em,https://jc.ne10.uol.com.br/brasil/2024/07/24/medicos-realizam-treinamento-para-atender-a-sobreviventes-de-violencia-sexual-na-regiao-da-ilha-do-marajo.html