Uma pastora evangélica morreu após ter sido baleada durante um confronto entre criminosos na Gardênia Azul, na Zona Oeste do Rio de Janeiro, na noite desta quinta-feira (22).

Segundo moradores, Marta Gomes voltava do mercado com a filha por volta das 21h e estava na porta de casa, na Rua Soraya, quando aconteceu uma invasão de homens armados. Houve intenso tiroteio.

A TV Globo apurou que traficantes atacaram a Comunidade do Marcão — onde Marta morava —, dominada pela milícia.

Marta foi atingida na cabeça e nas costas. Ela foi levada por vizinhos para a UPA da Cidade de Deus, onde morreu.

 

A vítima tinha se casado recentemente e deixa filhos e netos. Vizinhos contaram à TV Globo que Marta estava prestes a se mudar do Marcão justamente por temer a violência no local. Ela já teria encerrado o contrato de aluguel.

A Delegacia de Homicídios da Capital investiga o caso.

leia também em,https://g1.globo.com/rj/rio-de-janeiro/noticia/2024/02/23/tiroteio-gardenia.ghtml