(Fábio Pozzebom/Agência Brasil)

Municípios pernambucanos com a possibilidade de ter segundo turno têm limites extras

A Justiça Eleitoral divulgou, na última sexta-feira (19), uma portaria com os limites de gastos de campanha para prefeito e vereador nas eleições municipais deste ano. Os valores variam para cada município, de acordo com os números do eleitorado.

No estado, a capital pernambucana é a cidade com o maior teto, sendo até R$ 9.776.138,29 no primeiro turno para o cargo de prefeita ou prefeito e até R$ 1.313.263,10 para a posição vereadora ou vereador. Caso ocorra o segundo turno, até R$ 3.910.455,32 poderão ser gastos na campanha para o Executivo municipal.

Além do Recife, mais cinco cidades também aparecem com possibilidade de ter segundo turno por concentrarem mais de 200 mil pessoas que fazem parte do grupo de eleitores. São elas: Caruaru, Jaboatão dos Guararapes, Olinda, Paulista e Petrolina.

Caruaru

Já a segunda cidade da lista é Caruaru, no Agreste do estado, que aparece com R$ 3.875.321,66 no primeiro turno para o cargo de gestão da prefeitura. Na possibilidade de um segundo turno, este valor é de até R$ 659.393,61. Para os concorrentes a vaga na Câmara, o valor é de até R$ 194.007,92. 

Jaboatão dos Guararapes

Em Jaboatão, segundo maior colégio eleitoral de Pernambuco, o valor de R$ 1.648.484,02 deve ser o limite para quem for disputar o primeiro turno da prefeitura da cidade. Já em um possível segundo turno, este valor é de até R$ 659.393,61. Para os concorrentes a vaga na Câmara, o valor é de até R$ 180.062,82.

Olinda

Já em Olinda, para quem for disputar o cargo de prefeito no primeiro turno, o valor limite é de R$ 1.879.565,37. Em um possível segundo turno, este valor é de até R$ 1.550.128,66. Já para o cargo de vereador, os gastos não podem ultrapassar o valor de R$ 136.873,43.

Paulista

Em Paulista, os limites de recursos investidos para o primeiro turno não podem ultrapassar o valor de R$ 1.543.549,77. Caso a disputa vá para o segundo turno, o limite é de até R$ 617.419,91. Já para os concorrentes a vaga na Câmara, o valor é de até R$ 72.563,36.

Petrolina

Já no município de Petrolina, a campanha para prefeito não pode ultrapassar o valor de R$ 3.039.738,08 no primeiro turno. Em um possível segundo turno, o limite é de R$ 1.215.895,23. Para os concorrentes a vaga de vereador, os gastos não podem passar de R$ 170.424,27.

A tabela completa contendo o limite de gastos em todas as cidades de Pernambuco pode ser acessada no site do Tribunal Regional Eleitoral de Pernambuco

leia também em,https://www.diariodepernambuco.com.br/noticia/politica/2024/07/eleicoes-2024-justica-eleitoral-divulga-limites-de-gastos-de-campanha.html