(Foto: Sergei SUPINSKY / AFP)
O presidente do Conselho Europeu, Charles Michel, prometeu apoiar a Ucrânia em sua aspiração de ingressar na União Europeia (UE), ao chegar nesta sexta-feira (3) a Kiev para participar em uma reunião de cúpula.
 
"Nós os apoiaremos em cada passo do caminho em sua jornada para a UE", escreveu Michel no Twitter, ao lado de uma foto que o mostra no centro de Kiev, pouco antes do início do encontro de cúpula Ucrânia-UE na capital ucraniana.
 
Pouco antes do início da reunião, as sirenes de ataque aéreo foram acionadas na capital ucraniana e em todo o país.
 
A presidente da Comissão Europeia, Ursula von der Leyen, chegou na quinta-feira a Kiev, acompanhada do chefe da diplomacia europeia, Josep Borrell, e de 15 comissários europeus.
 
"É bom estar de volta a Kiev, minha quarta vez desde a invasão russa e desta vez com minha equipe de comissários", escreveu Von der Leyen no Twitter. 
 
"Estamos aqui, juntos, para mostrar que a UE apoia a Ucrânia com a firmeza de sempre. E para aprofundar ainda mais nosso apoio e cooperação", acrescentou.
 
O presidente ucraniano, Volodimir Zelensky, afirmou que o país merece iniciar neste ano as negociações de adesão à UE, processo que a Ucrânia aspira oficialmente desde junho de 2022.
 
 
LEIA TAMBÉM EM,https://www.diariodepernambuco.com.br/noticia/mundo/2023/02/presidente-do-conselho-europeu-promete-apoiar-adesao-da-ucrania-a-ue.html